Facebook

quinta-feira, março 28, 2013

KAZAKY prova que verdadeiros homens usam salto alto


Nós nunca pensamos que um grupo de artistas masculinos, regados de androgenia causaria tal impressão em nós, até que conhecemos o Kazaky. O grupo dos quatro homens mais sensuais da pista no espetacular House of DIFFA - em uma noite, quando a competição por sensualidade era feroz.

O grupo é composto por quatro bailarinos ucranianos - Stas, Oleg, Kirill e Artur - que são amigos desde o seus tempos de ballet. Com suas calças de malha e seus saltos (o  que é impossível não notar).

Mesmo que suas silhuetas magras e masculinas as vezes se inclinam para o feminino, Kazaky representa a masculinidade, no sentido mais liberal. "Nossa dança é uma expressão de liberdade.", diz Oleg.

Oleg é o cérebro por trás da coreografia - lembra Madonna, Lady Gaga e Burlesco - mas os caras trabalham em conjunto para aperfeiçoar todas as rotinas. Agora, no entanto, eles estão se concentrando mais em seus vocais.

"Cantar é algo que sempre quis explorar.", diz Artur. O primeiro single do KAZAKY "In the middle", tem poucas palavras, mas o grupo continua a desenvolver as suas cordas vocais para incorporar mais e assim poder cantar em seus shows.

Fora de boates e performances especiais - incluindo o desfile DSquared na Mercedes-Benz Fashion Week e em "Girl Gone Wild" de Madonna - os caras passam o dia praticando, tanto a música quanto a dança. Tempo livre é inexistente no mundo Kazaky, mas Oleg diz: "Nós não nos sentimos como se fosse um trabalho." Mesmo eles dançando naqueles saltos altíssimos.

"Há alguma dor envolvida, mas depois de dois dias usando os saltos, nos acostumamos com eles.", diz Stas. "Tudo se trata de força de vontade."

Embora os membros, muitas vezes especulam sobre a sua sexualidade, os meninos do Kazaky se jogaram na posta do House Of Diffa. Alex Hawgood do New York Times relatou que suas vidas pessoais ficam sempre no privado. "A razão pela qual nunca respondemos a estas perguntas é porque tentamos manter uma espécie de encanto misterioso sobre nossas vidas.", disse Oleg Zhezhel'.

Mais importante, esses caras levam a dança como seu emprego e, então, a levam muito a sério, como evidenciado por seus movimentos sincronizados, chutes com salto e uma simetria incrível.

Antes do Hause Of Diffa, Oleg nos disse que esperavam não decepcionar. Com base nos aplausos do Salão Chantilly naquela noite, nós diríamos que estes caras, com a mais absoluta certeza, não decepcionaram.


FONTE ( AQUI )

LEIAM TAMBÉM ESSA POSTAGEM DO BLOG OutThere.

Reações: